MAPA DO SITE ACESSIBILIDADE ALTO CONTRASTE
CEFET-MG

Karatê: lutando pela cidadania

  1. IDENTIFICAÇÃO DA ATIVIDADE

TÍTULO DA ATIVIDADE: Karatê: lutando pela cidadania

PARTICIPANTES DA ATIVIDADE

COORDENADOR:

Anderson Marques da Silva

anderson@cefetmg.br

ALUNOS: Nesse momento estamos pensando na integração de forma ampliada, ou seja, não restringimos a participação a determinado aluno, mas deixamos em aberto para que todos que se interessam possam participar.

  1. CARACTERIZAÇÃO DA ATIVIDADE

OBJETIVO:

O objetivo principal deste projeto é promover a prática do karatê, integrando a comunidade acadêmica do CEFET e a comunidade do bairro Santa Rita; desdobrando-se nos seguintes objetivos específicos:

  1. Oportunizar crianças e jovens a praticarem o Karatê, e conhecendo e vivenciando sua filosofia, desenvolver a formação para a cidadania.
  2. Fortalecer os vínculos entre a comunidade cefetiana e a comunidade do bairro Santa Rita.
  3. Desenvolver a socialização entre os participantes, assim como a interação familiar.
  4. Oferecer aos participantes e seus familiares oportunidades de discussão de temas de interesse relacionados às questões educacionais, psicológicas, sociais e econômicas.
  5. Propiciar a interação entre diferentes setores da Unidade como Coordenação de Política Estudantil – CPE – e Departamento de Formação Geral.

N° DE PESSOAS DIRETAMENTE BENEFICIADAS: aproximadamente 300

APRESENTAÇÃO

A Unidade Curvelo do CEFET-MG está situada no bairro Santa Rita, local com grande número de crianças e adolescentes, em que muitos se encontram em situação de “risco ou vulnerabilidade pessoal e social” devido à baixa renda, problemas familiares, dificuldades no aprendizado escolar, dentre outros aspectos. No intuito de se estreitar os laços com a comunidade apresentando o CEFET como um espaço possível a todos, foi então,  emprestada a quadra poliesportiva para que as aulas de karatê pudessem ser ministradas em local mais apropriado e seguro.

Nesse sentido e vislumbrando a possibilidade do CEFET oferecer mais que espaço à prática da arte marcial é que este projeto foi pensado, unindo a prática do karatê à possibilidade de construção da cidadania e da autonomia. A prática esportiva adequada possibilita a possibilidade de interação social, desenvolvimento psicomotor e lazer. Também contribui para formação do caráter e da personalidade, no caso da criança, direcionando-a para uma vida saudável, no seu mais amplo entendimento, relacionado ao bem-estar físico, psicológico, espiritual e social. O Karatê, além de da prática do esporte, tem como pilares a formação para a disciplina, humildade, respeito e hierarquia.

METODOLOGIA

A metodologia proposta é participativa, buscando não hierarquizar saberes, mas sim, a constante interação entre os envolvidos. Lembrando sempre que os atores envolvidos possuem identidade e papéis próprios, contudo as competências são exercidas coletivamente em função dos resultados almejados. O foco está em manter uma postura ética que leve à emancipação, a busca constante da autonomia, do empoderamento e não à instrumentalização.

Etapa I – Por meio do contato direto com os envolvidos e inseridos no projeto, bem como com suas famílias, busca-se compreender o perfil e o contexto em que se encontram, com vistas a uma maior resolutividade de seus conflitos.

Etapa II – DIVULGAÇÃO: Após o diagnóstico inicial, será feita a divulgação do projeto, buscando ampliar sua atuação na comunidade local, assim como entre os alunos e servidores do CEFET-MG.

Etapa III – DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES: Esta etapa do projeto consiste no desenvolvimento das aulas de karatê, propriamente dita. As aulas serão intercaladas por atividades lúdicas diversas, assim como palestras e debates envolvendo temas escolhidos pelas famílias.

Etapa IV – PROTAGONISMO: Nesta etapa as aulas de karatê continuam, contudo, as atividades lúdicas passam a ser elaboradas junto aos alunos, assim como proposta de eventos organizados pelas famílias; culminando com um evento envolvendo um campeonato de karatê e outras atividades escolhidas pelos alunos e familiares.

ACOMPANHAMENTO

O acompanhamento do projeto será feito mediante reuniões/visitas aos envolvidos. O orientador observará e dialogará com os bolsistas sobre as aulas de karatê, as atividades lúdicas propostas, os debates, palestras, a forma de interação com a comunidade e o protagonismo do mesmo.

AVALIAÇÃO

A análise se dará num processo permanente de avaliação. As reuniões também serão forma de avaliação do desenvolvimento do projeto, assim como o retorno da comunidade envolvida.

ETAPA DA ATIVIDADE EXTENSIONISTA EM 2017:

No corrente ano houve a realização de palestras com os atendidos diretamente pelo projeto, que aconteceu no auditório do Cefet Unidade Curvelo, sendo proferida por estudantes de graduação do Curso de Engenharia Civil desta Unidade, e de um Professor da FAC, convidado.

As palestras trataram sobre “A importância dos estudos para o futuro”  e “Geração de Trabalho e Renda” na qual foi tratada foi a possibilidade de uma atividade relacionada à fabrica de sabão; e contou  com a participação do Coordenador do Projeto – Anderson Marques e bem como com pais e responsáveis pelos atendidos.

Tivemos ainda a participação dos envolvidos no projeto na Mostra de Cursos promovida pelo Cefet Unidade Curvelo, que contou com um stand no hall principal do prédio escolar, no qual foi possível obter informações acerca do projeto, conhecer mais sobre a realidade bem como a exposição de fotos.

FOTOS:

Fotografia 1 – Palestra “A importância dos estudos para o futuro”.

katare1

Fonte: Cedido pelo orientador do projeto.

Fotografia 2 – Palestra “Geração de Trabalho e Renda”

katare2

Fonte: Cedido pelo orientador do projeto.

Fotografia 3 – “A importância dos estudos para o futuro”.

katare3

Fonte: Cedido pelo orientador do projeto.